sábado, 24 de agosto de 2013

Cega

Mil caminhos a minha frente, mil pessoas por aí que eu sei que gostaria de ter ao meu lado. E, com tudo isso, é só por uma estrada que desejo seguir, só uma única pessoa que quero por perto. Porque gosto do certo, por mais errada que possa ser. Gosto de seguir pela porta mais estreita, porque ela me lembra que estou viva, ela me lembra porquê eu vivo. E amo alguém que tem a mesma vontade que a minha, que tem desejo de andar pelas mesmas ruas. Tudo tão certo, que alguma coisa tinha que dar errada se tratando de mim.
Com tão poucas pessoas em quem posso confiar que não vão me arrastar para esse mundo de novo, não consigo entender porque a vida vive me afastando de você. Por que vive correndo para longe de mim? Eu sei que amo seu cabelo, e a maneira como se veste, os lugares que frequenta e até seu jeito preso de falar. Mas não foi por nada disso que me apaixonei. Foi apenas e simplesmente por você ser quem é. Qualquer corpo que a ti pertencesse, não importaria, desde que, por dentro, fosse você.
Que mais a gente precisa quando tem isso? Quando ama de um jeito puro assim? No meio de tanta gente ligada ao externo, acreditando só na física dos relacionamentos, eu me encontrei te amando sem nem precisar te ver ou te tocar. Sem nem precisar saber se era bonito ou feio. Então me diz por qual motivo é tão difícil me ver da mesma forma? Por que é tão complicado assim de me enxergar?
Tão longe que estou agora, alguma coisa me faz acreditar que não fui feita pra estar distante assim de você. Algum dia eu sei que vou voltar e, quando isso acontecer, você ainda vai estar próximo? Vai estar esperando por alguém que não sabe ainda quem é ou já vai ter encontrado? Porque estou acreditando com todas as minhas forças que essa pessoa sou eu e que a gente só não se encontrou no momento certo ainda. Alguma maluquice na minha cabeça me diz isso e, por mais ilusório que seja, é o único pedaço de você em que posso me agarrar. A única parte que restou.
Então me espera também, de alguma forma, mesmo sem saber por quem está esperando. Espera que um dia eu volto ou você vem pra cá, um dia a gente se esbarra numa esquina de novo e vai ser diferente das outras vezes, vai ter alguma mágica no ar que não tinha antes e seremos, finalmente, o único caminho um do outro. Porque de algum jeito, em algum lugar, a gente vai ter que se reencontrar. Não sei de onde tiro toda essa crença, toda essa fé que isso, um dia, vai acontecer. Vai ver é querer muito que aconteça, vai ver é amar demais pra aceitar esquecer, vai ver sou eu ficando louca e cega, esquecendo completamente que o mundo tem 7 bilhões de pessoas enquanto eu só consigo enxergar você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)