segunda-feira, 6 de maio de 2013

Primeira pessoa

Não sei falar de mim em terceira pessoa, porque sou muito íntima de mim mesma. Falar do que sou é pessoal demais, e exige que eu assuma o papel de me ser. Não sei me descrever assim, como algumas pessoas fazem, "ela é paulista e gosta de chocolate". Ela quem? Ela eu? Então por que ela, e não eu? Entende? Ela torna o que sou muito distante de mim, e me sou de um jeito tão completo e inteiro e próximo, que não dá pra ser duas. Não somos ela e eu aqui dentro, só cabe uma, só cabe eu. Então não dá pra falar dela, sabe? Porque não sei quem é, sei só quem sou e sou primeira pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)