sábado, 2 de março de 2013

Quem fica

Minha vida não é sapucaí pra chegarem achando que podem sambar 45 minutos nela, e depois ir embora. Meu coração não é terreno pra montar circo, que fica só enquanto está lucrando; que canta, toca, encanta, depois pega a estrada. Eu não sou aeroporto pra embarcarem e desembarcarem em cima de mim quando bem entenderem.
As vezes, acho que fui feita à lápis, porque só isso justifica a facilidade das pessoas de me apagarem de suas histórias, me tirarem de suas páginas como se eu fosse descartável.
Dessa vez, no entanto, sou eu que estou indo embora. E quero ver quem vai vir junto e quem vai dar adeus pela janela do avião, quem vai segurar a barra de fazer essa travessia comigo e quem vai virar as costas para nunca mais ver. Quero ver quem vai remar comigo até o fim e quem vai pular fora ao primeiro sinal de água no barco. Quem permanece e quem nunca esteve ao meu lado. Quero ver quem me abraça e dá adeus, e quem me abraça e pede pra avisar quando chegar. Estou louca pra ver isso: quem vai esquecer que, um dia, posso voltar, e quem vai me ligar de vez em quando pra saber se eu vou demorar muito. Quem fica comigo e quem ficou pra trás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)