quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Criminosa



Eu passo tanto tempo reclamando que ninguém me ouve, ninguém me vê. Mas hoje eu fui abençoada por uma luz de sabedoria, e acho que descobri porque as coisas me parecem tão ruins. Eu acho que, enfim, entendi que ninguém tem obrigação de nada. Ninguém tem obrigação de me amar, de ouvir minhas lamúrias ou de estar presente sempre que eu precisar. Eu descobri que ninguém tem obrigação de me fazer ficar feliz sempre que eu estiver triste.
Se tem uma pessoa que pode me salvar, e me fazer seguir em frente quando eu não estiver mais aguentando, sou eu mesma. Não são meus amigos, meus primos, irmãos, pais, parentes ou amores. Ninguém, além de mim mesma, tem que me salvar da escuridão e me fazer levantar sempre que eu cair. Essa tarefa é exclusivamente minha. Porque, apesar de tudo, estamos todos sozinhos nesse mundo. Ninguém vai te conhecer como você se conhece, por mais que você queira acreditar na existência de uma pessoa que vai te amar tanto a ponto de prestar atenção em cada detalhe mínimo seu, sabemos que não existe. Ninguém vai se importar com seus problemas tanto quanto você se importa. E não é porque não te amem ou não gostem de você, é simplesmente porque cada um tem suas dores e fardos para carregar.
O seu e o meu fardo, os seus e os meus problemas, somos nós quem temos que resolver; mais ninguém. Podemos ajudar uns aos outros, mas é tolice e egoísmo esperar que alguém resolva tudo por você. Esperar que uma pessoa te levante quando você tropeçar, te segure quando você desabar e te faça sorrir quando você estiver chorando é exigir demais de um simples ser humano como você, que também tem dificuldades como as suas. Acho que devemos parar de exigir tanta atenção e querer que todo mundo nos faça sempre feliz. É nossa essa missão, somos nós que temos que nos aguentar, nos resolver e nos fazer prosseguir. Então vamos parar de cobrar isso dos outros. Nossa felicidade não depende deles, assim como nossos sorrisos..ninguém tem obrigação de fazer coisa alguma por nós. O dever de respirar, existir e me fazer feliz é meu e eu reconheço isso. Então de hoje em diante eu prometo tentar parar de cobrar o mundo pelas coisas que eu devo. Prometo parar de culpar inocentes, porque a criminosa aqui sou eu e a vitima é minha própria felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)