terça-feira, 29 de novembro de 2011

Cruelmente gentil

Antes que possa sair qualquer palavra doce de seus lábios, quero deixar claro que não há nada constante em mim. Portanto não vá se acostumando com esses meus olhos sorridentes e com essa minha simpatia momentânea. Não quero criar esperanças em você, já que amanhã eu posso não estar tão bonita, tão legal, tão divertida.  Te dou o meu pior, porque se der o melhor você vai se acostumar a ele e eu não quero decepcioná-lo quando eu acabar descendo do palco. Não quero me decepcionar. Te iludir com sorrisos temporários não me parece justo. Então não confie em nada que parecer receptível em mim, porque eu posso não corresponder às suas expectativas. Você pode me achar antipática, chata e acabar se afastando antes mesmo de se aproximar mas, acredite, é melhor assim. 
Eu crio essa barreira em minha volta justamente para que ninguém ouse ultrapassar o limite. Eu não quero ter que ouvir suas frustrações, seus porquês e nem quero ter que te ouvir dizer como eu o desapontei. Não há nada em mim de interessante, e eu deixo isso bem claro. Coloco as cartas na mesa, porque não vou tentar te conquistar com maquiagens bem feitas, roupas justas, frases decoradas e músicas mal ouvidas; simplesmente não vou fazer esforço nenhum para ser conveniente. Eu estou apenas sendo solidária com você; tentando não te fazer acreditar em algo que eu posso não ser sempre, só de vez em quando. Não vou ser simpática, porque todos têm essa mania de pensar que uma pessoa que te sorriu, vai te sorrir sempre. Desculpe, mas eu tenho meus dias de chuva, de furacão, de tsunami. Não serão sempre flores. Pode ser até que encha minha flora de espinhos secretamente. 
A questão é que eu estou tentando fazê-lo provar o meu pior veneno, porque se eu deixar você consumir minha mais doce dose, quando você experimentar qualquer outra essência de mim, não a acharás mais tão boa. Então por favor, por favor.. entenda! Eu tenho que ser cruel para não te machucar; eu estou sendo má para tentar ser gentil.

Um comentário:

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)