domingo, 10 de abril de 2011

O mundo perde o freio

O mundo perde as rédeas. As pessoas boas sofrem, e as más são felizes. O amor começa a habitar no coração de apenas um dos lados enquanto só há amizade na outra pessoa.
As vezes, parece que o mundo se empolga demais e perde o freio, o controle, a razão; esquece que tem que girar devagar. Esquece que tem um eixo a seguir, e acaba andando na contra-mão. Bagunçando e embaralhando vidas que eram para ser bonitas, longas e felizes. Transformando valores, invertendo-os, e matando os princípios.
Mas, de repente, o relógio para e o mundo parece que acorda e vê o que fez. Volta a girar sem pressa, e entra de novo na velha rotina, tentando equilibrar tudo outra vez. Mas agora é tarde, vidas já foram alteradas, futuros já deixaram de existir e destinos já tomaram outro rumo porque, mesmo que haja remendo, não há como voltar atrás e desfazer aquilo que está feito. Não existe segunda chance; não para viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)