quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Verdade

Eu não aguento mais toda essa calma. Não quero esses textos de auto ajuda, e essas palavras de que eu tenho que aprender certas coisas ou que tudo fica bem no final. Nem sempre existe final feliz. Eu prefiro essa verdade. A verdade nua, crua, explícita e, quase sempre, dolorosa. Se é para dizer que não tem jeito, então diga. Não venha com meias palavras cheias de teorias sobre como tudo vai dar certo. Porque e se não der? E se eu quebrar a cara? Não quero mais essas frases otimistas, vãs e ilusórias. Essa fantasia de que dar um tempo e ficar calma faz tudo voltar ao lugar. Não, não faz. Não fique tentando encontrar meios escapatórios que não existem. Eu posso aprender a lidar com as quedas da vida, aprender tudo isso que, com o tempo, dizem que eu aprendo. Mas nem sempre vai adiantar. Se é para me dar apoio, então me empreste seu ombro, me abrace e simplesmente diga a verdade, que nem sempre as coisas vão ser do jeito que eu quero e planejei, nem sempre vai dar tudo certo e, as vezes, eu vou ter que desistir de alguns sonhos. Diga que a culpa vai ser minha, de vez em quando. Isso é verdade, sem tentar mascarar.
Não me venha com sorrisos largos e promessas de que eu preciso acreditar em mim e nos meus sonhos e todo esse blablabla. Será que ninguém mais vê que só acreditar não basta? Que só amor não é suficiente? Que, as vezes, você vai dar tudo de si e ainda não será bom o bastante? Eu prefiro ouvir isso, se não se importam. Parem de dizer que eu sou pessimista e que só não me dou bem porque não acredito na minha própria capacidade. Eu acredito sim, mas de que adianta, se o resto do mundo não acredita? De que adianta, se apenas 'capacidade' não é suficiente e se tem mais zilhões de pessoas que são dez vezes mais capazes que eu?
Isso de dizer que vai passar, que o tempo cura, e que todos viveram felizes para sempre, no fim da história. Tudo isso que te fazem acreditar quando você é criança. É mentira. Uma mentira suja, descarada e sem remorso. Porque é e sempre vai ser besteira isso de que tudo fica bem no final. As coisas não são tão fáceis e simples. No fim das contas, você descobre que papai noel não existe, coelho não bota ovo, muito menos de chocolate, e dente só cai para poder nascer outro no lugar, não para você ganhar uma moedinha. E você descobre isso sozinha, porque todo mundo acha mais fácil mentir. Descobre que tudo que te ensinaram e contaram não passava de historinhas e que sua vida toda foi baseada em fundos falsos.
Então não me culpem por agora estar buscando a verdade; estar buscando alguém que abra o jogo e diga: você vai quebrar a cara. Apenas uma pessoa que possa chegar em mim e dizer: Não estou com você, porque não gosto de você, suas manias me irritam e eu não sinto nada além de amizade. Porque é o que eu diria, caso fosse o que sentisse. As minhas verdades estão bem estampadas aqui, nas minhas palavras, no meu coração e nos meus sentimentos. 
Então será que é mesmo tão difícil assim para o restante do mundo simplesmente também dizer a verdade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)