domingo, 27 de fevereiro de 2011

O que você é

É que você sente como as coisas são diferentes com você. Você sente que a vida é assim mesmo, e que a sorte definitivamente não está o seu lado. Não é só essa besteira de achar que nada dá certo com você. Não é só uma crise, ou uma fase. É simplesmente a verdade. Porque sabemos quando o problema é conosco. E vamos fazer o que? Podemos lutar, xingar e espernear; achar injusto e se revoltar. Podemos fazer guerra, fugir, protestar ou não fazer nada. Mas, no fim, todo mundo sabe que temos que acabar nos entregando. Confessando e admitindo que tem pessoas que simplesmente não nascem para ser alguma coisa na vida. Por falta de dom, talvez, falta de alguma coisa. Nascem só por nascer, acidentalmente talvez. Não para cantar, dançar, ajudar alguém, virar presidente. Não com algum intuito ou missão. Não com algum chamado exclusivo. Apenas nascem. E você sabe quando isso acontece com você. Sabe e sente quando tudo isso se refere apenas a uma vida normal, sem grandes amores, sem grandes feitos; sem nem mesmo sorte para jogar um dado. Não é pessimismo, nem baixa auto estima, nem crises adolescentes, nem fases complicadas, nem má posição de signos astrais. É só o que você é. Não reclamação, desabafo, depressão, fundo do poço ou qualquer coisa do tipo. É você, e ofende que as pessoas pensem que é apenas pessismismo ou depressão que te faz dizer isso sobre si mesmo. Porque, se elas pensam assim, se pensam que você está triste por falar apenas o que é, só pode ser porque o que você é é que é triste. E, sabe, vai ver é isso mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)