segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Superficialmente rasa

- Tudo bem?

(Não. Ta tudo uma droga. E eu detesto esse calor insuportável que tem feito esses dias. Você já reparou como o mundo está de cabeça para baixo? Eu vejo crianças sendo torturadas e animais sendo mortos. Eu vejo indiferença no olhar das pessoas e ouço apenas o barulho de tiros. Não gosto dessas caras fechadas, desses dias corridos, dessas lágrimas falsas. Você ainda me pergunta se está tudo bem? Não gosto de ter que mentir que estou bem, mas que saída tenho eu? Como vou te explicar o quanto isso tudo tem me entristecido? E por que você entenderia? Seria uma contradição minha contar meus problemas quando eu acabei de citar a quantidade de conflitos que já existem no mundo. E o que eu faço? A verdade é que eu não estou bem, que eu quero explodir. Mas a verdade nem sempre é agradável e ninguém está disposto a conversar sobre isso. E se eu disser que cansa essa futilidade toda dessas conversas mornas que sempre perguntam as mesmas coisas inúteis esperando respostas pré-estabelecidas? E se eu disser que não estou bem e você, por tradição, me perguntar porquê? Eu sei que não quer mesmo ouvir minha ladainhas; sei que você não está realmente ligando para o que acontece com o resto da população mundial, assim como todas as outras pessoas. Ninguém liga para ninguém.  Sei também que você arranjaria uma maneira de fugir enquanto eu explico a causa disso.
Seria tanta tolice minha dizer isso à você? E, quer saber, claro que seria. Seria bobagem tentar dizer qualquer coisa que não seja confortável a seus ouvidos. Porque parece que ninguém se importa mesmo, todo mundo age com esse mesmo superficialismo sem se preocupar com isso. E me irrita, mesmo que eu esteja errada em ser assim. Me irrita que essas conversas sejam rasas, sem grandes conclusões e morais por trás. Então, tentando deixar para trás essa minha mania de ser extremamente densa e profunda, eu apenas digo o que você espera ouvir; digo o que todo mundo quer escutar para não precisar pensar demais em coisas que não lhes interessam e tento ser mais rasa, nem que seja apenas superficialmente)

- Tudo e você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)