quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Muda

O papel continua o mesmo, branco e mudo a me esperar e olhando-me como quem acusa. O que você quer que eu faça? Eu simplesmente cansei dessas palavras repetidas e desses mesmos temas, e não me culpe por eu não saber mais lidar com isso. Não me culpe por eu não saber mais como preencher esse espaço e essas linhas.
Saiba que eu não gosto mais disso do que você. Eu não gosto desse branco vazio. Não gosto de não gostar mais dos meus textos e de não ter mais frases boas. Afinal, o que anda acontecendo por aqui?
Eu não sei traduzir o sentimento estranho que andou me consumindo nesses tempos. Eu canso só de pensar em tentar explicar essa sensação inexplicável. E como fazemos quando isso acontece?
Eu simplesmente travei, como se fosse uma porta trancada com a chave jogada fora. E o que mais me frustra é não conseguir colocar isso em ordem. Mas eu não posso e não quero perder a única coisa que me fez feliz nesses tempos, não posso e não quero deixar minhas palavras bonitas que restaram se esvoaçarem junto ao vento.
Será que minha pequenina parte que prestava não vai mais prestar? Eu dediquei tudo o que sabia e o que podia para chegar até aqui e descobrir que eu poderia, enfim, contribuir com palavras. E se as palavras eram as únicas coisas que tinha a oferecer, porque não oferecê-las? Mas então, depois de me mostrarem a maravilha de seus significados, elas resolveram me deixar. Minhas próprias palavras decidiram deixar-me muda. E agora? Eu queria poder ter alguém para perguntar se um dia isso vai passar. Mas e se não passar?
Por favor, não me deixem também, porque vocês são o que restou para mim. Venham para ficar, desta vez. Venham para fazer com que eu e o papel façamos as pazes, porque eu já não aguento mais as informações guardadas dentro de mim. Não aguento mais toda essa angústia de saber que existe nome para o que me cerca e sou eu que não o encontro. Voltem para mim e não me deixem como todo o restante fez, por favor, só não vão embora.

Um comentário:

  1. "Eu não sei traduzir o sentimento estranho que andou me consumindo nesses tempos. Eu canso só de pensar em tentar explicar essa sensação inexplicável."

    Pode ter certeza que não é a única =/
    Cadê as palavras que estavam até pouco guardadas aqui dentro?Por que elas fugiram justo agora?

    Acho que isso passa e as palavras voltam.
    =*

    ResponderExcluir

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)