segunda-feira, 19 de julho de 2010

Meus dias com vocês

A cada dia que eu passo com vocês, eu aprendo um novo jeito de ser feliz. Aprendo a ama-las mais.
É da suavidade da Mariana que eu tiro minha inspiração. O ar que eu respiro é puro quando estou perto dela, porque a leveza que ela transmite, eu não encontro em mais ninguém.
A Mariana é como uma tarde de verão, daquelas que não são extremamente quentes, mas que são agradáveis ao ponto certo. Uma tarde de verão com um sol brilhante descendo pelo céu bem azul, uma árvore com folhas esvoaçantes e um campo bem verde. Pois é, a Mari é a paisagem do meu dia.
A Carolina é o porto. É dela que vem minha segurança, e é ela que leva embora todo esse meu medo de ser como eu sou. O meu "estar a vontade" tem como sinônimo "estar com a Carol". Dela eu tiro minha sanidade, minha consciencia. Dela eu tiro meu eu como é. Sem máscaras, sem disfarces.
É a Carol que arranca um riso gargalhado de mim, quando não tenho nada mais a acrescentar. É ela que me encoraja a continuar, mesmo que inconscientemente.
A dona de todos os meus dias é a Mônica. Porque nela eu não encontro palavras, eu me deparo com o silêncio confortável de saber que é um sentimento inexplicável demais para existir no dicionário. A Mônica é aquela dos dias bons e ruins, da chuva e do sol. Com ela o tempo externo não faz diferença, porque o clima que se faz dentro de mim permanece harmonioso, do jeito que eu gostaria que ele estivesse sempre.
Ela é daquelas que você não classifica. Não há nenhuma palavra no mundo que possa traduzir isso. Não digo que ela é minha colega, ou minha irmã de coração...ela é simplesmente a minha Mônica. E quando alguém sentir essa ligação deveria chamá-la de Mônica, e não de amizade como alguns costumam fazer, porque é mais que isso.
A que me faz falta é a Gabriela. Sim, o essencial do dia parece que foi arrancado a unhas e dentes quando ela não está. Eu gosto da interrogação que ela transmite. É como se houvesse mil perguntas brilhando em seus olhos e "Por que o céu é azul?" fosse apenas uma mera dúvida sem valor. É a Gabi que me faz sentir paz e guerra. É nela que eu encontro o paradoxo da vida. Os meus olhos tem visto algo mais além do horizonte, graças a ela. A Gabi me faz querer ser uma pessoa melhor. Me faz querer ser alguém que faça alguma diferença no mundo e não venha só para ocupar lugar. Portanto é inteiramente dela que eu tiro minha força de vontade. E só ela consegue manter em mim a esperança.
Da Laryssa Maria, eu arranco sorrisos. É ela que me faz torcer os lábios, mesmo quando a situação não é favorável . Ela me traz de volta para o mundo a que pertenço. Me faz querer ser criança de novo.
É da Lary que surgem os adicionais. É dela que saltam as possibilidades e o famoso 'Por que não?'.
A Lary. Só ela me faz querer ultrapassar limites e chegar até o desconhecido.




Eu tenho aquela de cada dia, e tenho aquela que é de todos os dias. Eu gosto das atuais e das antigas, gosto das intro e das extrovertidas. É nelas que eu encontro o complemento que busco, aquele algo mais.
Eu amo cada uma que eu chamei de amiga. Amo com todo o amor que posso sentir. Mesmo aquelas que não se lembram mais de mim, ou que nunca me consideraram sua amiga. Eu amo mesmo assim e não espero que elas me amem de volta. Só quero que saibam, todas, que eu passaria horas aqui descrevendo o bem que vocês me fazem. Mas hoje, são essas que estão a minha volta e são elas que fazem parte dos meus dias. Talvez amanhã, eu possa estar aqui de novo, dizendo tudo isso de novo, só que sobre outra pessoa.
O que eu quero mesmo é que todas e todos saibam que eu não sei amar pela metade. Eu sei sim conviver mais com aquela, ou falar mais com essa. Mas amar é algo mais além disso. Vocês são meu complemento, o preenchimento de tudo que faltava na minha vida. Minhas adicionais, o meu bônus. E meus dias com vocês não serão esquecidos ou substituídos. Eles serão memoráveis e suficientes por toda uma vida.

3 comentários:

  1. Ah, você é linda, Brendinha!
    E sabe, é muito bonito e difícil o que você fez. Quando conhecemos mais as pessoas nós enxergamos facilmente suas qualidades mas mais ainda os defeitos. E sempre as pessoas vão ter aquela parte que não nos agrada. E você escreve tudo lindo assim.
    Acho que a parte da Mônica foi a que eu mais gostei, ela é tão do jeito que você escreveu. Pra mim também, você sabe.
    E não tenha dúvidas que, pelo menos da minha parte, eu te amo muito! E estou aqui sempre :)

    ResponderExcluir
  2. aaaaah, que lindo isso, Brenda!
    me sinto muito honrada por estar aí nesse texto e na sua vida.
    eu te amo muito! quero você comigo pra sempre, porque você é importante demais pra mim :)

    ResponderExcluir
  3. Ah poxa, você faz tudo ficar mil vezes mais bonito do que visivelmente é. Fiquei tão feliz por ter uma partezinha minha ai, em você.
    Te amo, Brendinha :]

    ResponderExcluir

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)