sexta-feira, 23 de julho de 2010

De dentro para fora

Quando se guarda algo por muito tempo, chega aquela hora em que temos que colocar para fora.
E eu descobri que quero retirar isso de mim, isso que eu escondi tão fundo a ponto de me machucar.
Eu trarei tudo à tona.Todas as minhas dores e angústias, as minhas piores experiências e meus piores defeitos, todas as minhas lembranças sombrias. Jogarei corpo a fora mesmo sabendo que isso vai me magoar. Mesmo sabendo que essas lembranças vão me dilacerar assim que eu as abrir.
Arrancarei cada mínimo pedaço amargo que resta e não o deixarei voltar para dentro de mim. Cortarei tudo em pequenos pedaços, e vou esmagar, triturar, peneirar e espalhar pelo mundo. Vou mergulhar em tudo que eu sinto e depois abandonar essas memórias, para nunca mais voltar. Para nunca mais ousar entrar dentro do meu ser novamente. Porque agora é hora de deixar esses fantasmas de lado. É hora de parar com o passado e assumir o controle do presente. Agora é hora de seguir em frente.

"Você tem cinco minutos para mergulhar na tristeza profunda. Aproveite, desfrute, descarte...
   
                              e siga em frente."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda ação gera uma reação. Eu agi, agora é vez de vocês reagirem. :)